Caneta x silêncio!

0
57

E não para de chegar gente no time do prefeito Luciano Duque. Depois da “volta dos que não foram” com Rosimério de Cuca e Dedinha, além da, nada surpreendente, adesão e Vera Gama ao ninho governista, agora Lindomar Diniz, candidato a vereador que nas eleições de 2016 obteve 483 votos, anuncia que está no plantel. Segundo relatos de aliados do prefeito, mais dois nomes devem chegar a base, tornando-a bastante robusta para as eleições de 2020.

Destes dois nomes não sabemos se serão lideranças políticas, ex-candidatos, como é o caso de Lindomar ou se mesmo vereadores de mandato. A verdade é que se avançar mais sobre a oposição, o prefeito vai praticamente dizimar a base oposicionista, tendo assim unanimidade também no papel, já que é uma realidade na prática.

Com estas movimentações muita coisa pode ocorrer: primeiro que é inegável a competitividade dos cast de vereadores que está sendo montado, apesar de suas posições dúbias em alguns casos e irresponsável e criminosa em tantas outras, mesmo assim, analisando a letargia do eleitorado serra-talhadense, o time que está sendo montado é forte e pode pesar outra vez, assim como 2016 quando a oposição teve pouquíssimo candidato de fato competitivos. No fim a transferência de votos destas lideranças certamente fez falta a Victor Oliveira.

Pela distancia das lideranças da oposição, entre elas Sebastião e Waldemar Oliveira, assim como o silêncio que parece abonar as decisões dos aliados de abandonarem o barco, apimenta ainda mais o caldo da possível e desejada aliança entre as alas, será? Tem gente que migrou para Duque, mas que busca sempre o auxilio do ex-prefeito Carlos Evandro, ou seja, com um pé, outro cá.

Outra coisa, é que o esvaziamento mostra que ou ocorre o que analisamos anteriormente, e isso de modo deliberado, ou o abismo entre as lideranças da oposição tem se ampliado. Pior para os escolhidos a prefeito e vice, pois precisarão de muito apoio popular para o voto cruzado, o que Victor até teve, mas foi insuficiente.

Resumindo, amigos e amigas, está tudo como há mais de 4 anos: oposição batendo cabeça, integrada por figuras adeptas do fisiologismo de quem é governo, lideranças ausentes e de salto alto, assim como também buscando rivalizar com poderia econômico, o que sozinho não resolve. Assim como há mais de 4 anos, segue também o prefeito abdicando de governar, se abstendo de fazer a pauta administrativa, para injetar o erário no ambiente perigoso e criminoso da política partidária.

Ô cidadão toma as rédeas do que está acontecendo e direciona a político do nosso município para a eficiência e ética ou vai, outra vez, assistir de camarote os acordos espúrios.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here