Conseguir encher o tanque de gasolina, já é ostentação.

0
150

O medo de ficar a pé. Ter uma moto ou um carro já significa dizer que o cidadão preciso realmente do veiculo, pois tornou-se objeto de ostentação. Devido aos protestos de caminhoneiros e o desabastecimento nos postos, filas enormes e preços mais salgados foram a rotina nesta quarta-feira. Cidades vizinhas já sentem o reflexo. Triunfo cancelou viagens oficiais da prefeitura, já a os cidadãos arcoverdenses tiveram de fazer uso do expresso canelinha, ou seja, botaram literalmente o pé na estrada porque acabou a gasolina na cidade.

Nestes dias, não somente o veículo é motivo de ostentação, dizer que o tanque está cheio é até risco de sequestro, vai que alguém queira o liquido preciso e nada mais. Chegar numa fila grandona dessas de desesperados e dizer — Enche o tanque! Também é cena de ostentação.

Mas as lições são muito boas, é óbvio que um movimento tão grande e unido como dissemos aqui, esse dos caminhoneiros, pressionaria sim o Governo Federal e a Petrobrás a pelo menos sentar e ouvir oficialmente a categoria. Congelar preços por 15 dias? Não é suficiente, já disseram lideranças do movimento.

Nessa queda de braço não temos dúvidas que sairá vencedor o movimento, pois deram um nó no País, muito maior do que calculava o próprio governo. Mas tem um detalhe: pode ser que apenas o diesel tenha uma queda considerável, já que é o combustível que atinge diretamente os caminhoneiros. Mas e a gasolina? Deve ter alguma redução para passar “manteiga na venta do cidadão”, se quisermos mais teremos de também boicotar o abastecimento e não sendo um movimento articulado, como o dos motoristas, as chances de obtermos sucesso com decisões privadas é bem menor.

De qualquer forma fica evidente que podemos e devemos usar as mídias sociais em prol de ações dessa natureza. Com seu alcance podemos mobilizar uma gama de pessoas e com isso defender aquilo que nos interessa. As mensagens se espalham de maneira incalculável e se conseguirmos adesões teremos consequentemente poder para pressionar o governo a encontrar um caminho menos árduo para o cidadão, do que este estabelecido pela nova metodologia de preços da Petrobrás.

Vão aqui os nossos parabéns aos heróis do volante que mais uma vez deram um belo recado ao País. Graças ao seu sacrifico quem sabe podemos reivindicar um combustível menos caro para o cidadão, pois todos estamos cansados de sermos roubados de maneira oficial e não.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here