Contracheques provam salários defasados em Carnaíba

0
380

No dia 12 deste mês publicamos matéria alertando que a Prefeitura de Carnaíba não paga o salário mínimo vigente de R$ 954,00, e sim R$880,00, o salário mínimo do ano de 2016. Também relatamos que somente há pouco mais de 30 dias a prefeitura enviou para a câmara de vereadores o projeto  que trata da adequação.

Com base na nossa reportagem, que foi repercutida pelo Blog do Cauê Rodrigues, o MPPE (Ministério Público de Pernambuco) enviou oficio a prefeitura dando um prazo de cinco dias para que a gestão explicasse o que está fazendo para a equiparação salarial, lembrando que no documento, que o não pagamento do salário mínimo é ilegal e pode acarretar em ação de improbidade administrativa contra o prefeito.

O governo emitiu uma nota em resposta ao assunto, no entanto não nos enviou diretamente, preferiu responder ao Blog do Nill Junior que também repercutiu o conteúdo sobre salários defasados. A nota diz:

– Nenhum servidor do município de Carnaíba recebe valores menores que o salário mínimo vigente.

 2- A matéria informa que o Ministério Público tomou conhecimento do “fato” através de blog local, de modo que é de se lamentar a postura de alguns blogs da região, que, na ânsia de fazer política vil, propagam inverdades que culminaram induzindo a erro um órgão tão importante para o equilíbrio democrático, que é o Ministério Público.

3- O município encaminhará ao Ministério Público uma listagem com todos os salários dos servidores municipais, ocasião em que restará esclarecido que a gestão atua em perfeita sintonia com as determinações constitucionais e orientações do STF acerca do pagamento de salário mínimo.

4- A gestão municipal reforça o compromisso de atuação administrativa em respeito às leis, aos munícipes e às autoridades constituídas, nunca tendo o atual gestor, em mais de 20 anos de vida pública, figurado como réu em qualquer ação de improbidade administrativa.

5- Por fim, a municipalidade está e sempre esteve inteiramente à disposição do Ministério Público para qualquer esclarecimento, não somente sobre esse fato noticiado em seu blog, mas também para qualquer outro eventualmente ocorrido.

Carnaíba, 24 de maio de 2018

Prefeitura de Carnaíba

Novidades

Nesta segunda-feira (28) tivemos acesso ao contracheque de um servidor Vigilante da prefeitura de Carnaíba, e lá confirma o que havíamos publicado no dia 12: o salário base é mesmo de R$ 880,00, o mínimo do ano de 2016. Veja o contracheque de maio deste ano:

Janeiro de 2016 e maio de 2018 - vigilante 2

A informação rebate a alegação da prefeitura, de que os blogs que haviam dado publicidade ao fato dos salários defasados pretendiam somente “fazer política vil” e de que na ânsia teriam propagado “inverdades que culminaram induzindo a erro um órgão tão importante para o equilíbrio democrático, que é o Ministério Público”.

Para publicarmos o recibo firmamos o compromisso de não divulgar nome, CPF, RG, PIS/Pasep e outros dados, afim de dificultar que o governo identifique qual é o servidor, pois o mesmo teme ser perseguido, o que ocorre nestes casos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here