É da nossa conta!

0
103

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco tem tentado fazer a sua parte para evitar que gestores usem recursos públicos para fins eleitorais, por isso, criou o programa “Tome Conta das Eleições”, disponível no seu site, para acompanhamento de gastos públicos.

Nesse período de eleições para governador, senador e deputado estudais e federais, os prefeitos que os apoiam sempre realizam grandes eventos, mega comícios, e a conta, quem paga?

Estruturas de palco, ornamentação, alimentação de militância, deslocamento dessa militância, de onde sai o dinheiro? Do bolso do gestor? Deveria ser, mas na prática sabemos que municípios já sacrificados por gestões irresponsáveis sofrem ainda mais, pois o recurso que deveria cobrir despesas ordinárias como transporte escolar, merenda, ou outras áreas de suma importância, vai custear evento político.

Não é difícil supor o uso indevido de recursos públicos em eventos de campanha. É só comparar o tamanho do evento de quem está no governo com o de quem não está. Nos eventos políticos ligados aos prefeitos é visto uma multidão, no ato político daqueles que estão na oposição sempre de menor proporção. Ali por si só já há aspectos de uso da máquina. Quando os recursos em si não foram desviados, mas o aparelhamento desvirtuado. Ônibus escolares gastando o combustível pago com dinheiro público para transportar eleitores, inclusive com motoristas pagos pelo município. Palcos, sonorização e outras coisas mais.

Além dos combustíveis pagos nas carreatas e “motoadas”, ainda tem uma “porpinazinha” para quem for e ficar no evento. É isso que o tribunal pretende impedir, mas cá para nós, é algo muito difícil. Lamento ter que dizer, mas essa conta do luxo, do excesso, será paga por você, cidadão!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here