IBAMA X o Rei das Serpentes

0
240

O YouTuber Haroldo Bauer, que faz vídeos educativos sobre animais da caatinga, com especialidade em cobras, e que por isso ganhou o apelido de “Rei das Serpentes”, foi parar nas manchetes dos noticiários nesta terça-feira (5).

Eu acredito que a gente está passando pelo preço da fama. O Ibama esteve sim na minha casa, cercaram o quarteirão, 12 policiais da Ciosac, várias viaturas, de cinco a seis e oito policiais do Ibama. Eu imaginei que fosse algo relacionado aos vídeos do Youtube, mas quando conversei com o Ibama, ele disse que tinham acusações de maltrato de animais, a gente mantinha animais em cativeiro e também comercializava”, contou Bauer a Rádio Vilabela FM, nesta quarta (6).

Hábil com animais peçonhentos, Bauer já tem mais de 1 milhão de pessoas inscritas no seu canal no Youtube. Todos ficam impressionados com o conhecimento e a coragem que serra-talhadense tem ao lidar com cobras e outros bichos exóticos.

Eu fui notificado em R$ 100 mil por não permitir a entrada deles (Ibama) na minha residência, sem um mandado judicial. Essa multa para mim foi uma surpresa, foi onde eu acionei o advogado, estamos trabalhando no objetivo de recorrer. Em nenhum momento teve animal maltratado. Ele (o animal) estava na minha residência porque foi resgatado e iria levar de volta à natureza para não ser morto. Eu não me vejo como um criminoso, e eu vou fazer uma apresentação para os meus seguidores, porque até o presente momento nada proíbe de continuar com os vídeos”, afirmou.

Bauer falou de excessos cometidos na ação:“Foi um monte de humilhação. Minha casa foi revirada de ponta a cabeça, pegaram os guarda-roupas abriram as portas, sacudiram todas as roupas, abriram fogão, geladeira. Encontraram R$ 9 mil reais, esse dinheiro eu tinha sacado do último pagamento do Youtube, o policial perguntou se tinha ligação ao crime com os animais, eles jogaram o dinheiro no chão, o policial do Ibama fez um monte de foto”, lamentou, ainda na entrevista.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here