PE Conectado: EMBRATEL/Claro rebatem o que chamam de “fakenews” da OI

0
133

Blog da Noelia Brito

O vencedor da Licitação do Pernambuco Conectado II, Consórcio formado por Embratel e Claro, que apresentou denúncia ao Ministério Público de Contas junto ao TCE/PE, levantando a suspeita de interferência de pessoas do governo de Pernambuco na licitação bilionária, onde apresentou lance R$ 46 milhões inferior ao da concorrente Oi, terceira colocada [e que é atual fornecedora do serviço], divulgou nova Carta aos Pernambucanos onde questiona “a quem interessa que o Projeto Pernambuco Conectado II não seja aprovado” e chama de “fakenews” nota da OI enviada a alguns Blogs locais. Já ao nosso Blog da Noelia Brito, em resposta a e-mail, a assessoria da OI afirmou que não comentaria a licitação.

CARTA ABERTA AOS PERNAMBUCANOS II

A quem interessa que o Projeto Pernambuco Conectado II não seja aprovado? No intuito de responder Fake News com Fatos, informamos:

– Apresentamos a melhor proposta e, por isso, fomos vencedores de alguns lotes do projeto. Portanto, é fato que a oferta do consórcio Claro/Embratel é melhor e mais competitiva para o Estado de Pernambuco;

– Nossa proposta gera uma economia de R$ 784 milhões aos cofres públicos do Estado de Pernambuco e custa R$ 46,55 milhões a menos do que a da operadora concorrente.

Quantas melhorias o Estado pode fazer com esse dinheiro público? Quantos pernambucanos podem ser beneficiados com projetos gerados a partir dessa economia?

– Apresentamos 10 atestados aceitos pela Comissão Técnica que totalizaram 49.392 circuitos monitorados, quando o edital solicitava 13.000 itens (3,7 vezes mais do que solicitado).

O relatório da Comissão de Licitação comprovou a capacidade técnica de entrega de serviços de telecomunicação de diversas empresas, entre elas o Consórcio Pernambuco Inovador, formado pelas empresas Embratel/Claro, Primesys e Smart Network (Lote 1- Rede de Dados), Telemar Norte Leste (Lote 2- Telefonia Fixa), Claro (Lote 3- Telefonia móvel), Consórcio Pernambuco Inovador, formado pelas empresas Claro e Primesys (Lote 4- Internet) e Smart Network (Lote 5- Internet). Após uma criteriosa análise, toda a documentação das referidas empresas foi validada pela Comissão de Licitação;

– Os documentos públicos do projeto estão disponíveis no site do Governo, de forma transparente clicando aqui:

Sim, estamos certos de que propostas que são superiores em termos de qualidade e de preço ‘tumultuam’ o mercado e mudam o status quo de regiões atendidas por outros fornecedores. Que o sentimento de indignação relatado por outras operadoras concorrentes seja substituído no futuro por projetos melhores. No que depender de nós, a população pernambucana receberá o melhor, sempre!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here