Polícia investiga se estupro foi crime encomendado.

0
348

O estupro de uma jovem de 19 anos dentro da própria residência no Bairro do Tancredo Neves em Serra Talhada na segunda-feira passada, dia 7, está recendo atenção especial da Polícia Civil. O delegado Cley Anderson Rodrigues, disse que as versões da mulher e do esposo (que serviu como testemunha) já foram tomadas em depoimento.

Instauramos inquérito policial para apurar os fatos e saber realmente o que aconteceu”, disse o delegado. Exames clínicos que podem comprar se houve ou não violência sexual já foram solicitados e devem ficar prontos em breve.

LINHA DE INVESTIGAÇÃO

Dr. Cley Anderson Rodrigues revelou que a jovem aponta um possível mandante do crime pois essa pessoa já vinha a ameaçando: “é uma denúncia grave, então nós iremos possivelmente intimar essa pessoa para melhor esclarecer a situação. Essa é a versão dela. Nós não desprezamos a versão da vítima, principalmente nesses casos de crimes contra a liberdade sexual e iremos investigar e esclarecer melhor essa situação”, prometeu.

Câmeras de segurança do entorno estão sendo checadas. A polícia quer saber se alguma imagem capturada na manhã da última segunda-feira (7) pode auxiliar a polícia no trabalho de investigação.

Desde que assumiu a delegacia em janeiro deste ano, seis inquéritos já foram concluídos e seis pessoas indiciadas.

ENTENDA O CASO

Na manhã de segunda-feira (7) a vítima enviou uma mensagem para o marido através de um aplicativo de mensagens, relatando que tinha alguém querendo pular o muro da residência. Quando o marido chegou em casa encontrou a mulher em cima da cama amordaçada e amarrada com as mãos para trás. Cabelos da vitima, roupas rasgadas e molhadas de álcool também foram encontradas no local.

Ela contou que o criminoso usava máscara e luvas, e que com um pano embebido em algum produto a fez desmaiar.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here