Requerimento sobre Fundef não contou com a assinatura de três vereadores

0
71

Informações do Portal da Rádio Líder FM

Vários professores da rede municipal de ensino de Serra Talhada estiveram presentes na última sessão legislativa realizada segunda-feira (14), para presenciar e testemunhar a leitura e votação do requerimento N° 065/2018, de autoria do vereador Sinézio Rodrigues (PT). Esse requerimento tratava de uma recomendação ao prefeito de Serra Talhada, Luciano Duque, no tocante a destinação dos R$ 27,6 milhões que a prefeitura receberá de precatórios do antigo Fundef.

Esse requerimento dos precatórios do Fundef foi anunciado durante entrevista de algumas professoras ao programa ‘X da Questão’, da rádio LÍDER FM, pelo vereador Sinézio Rodrigues que ligou e participou ao vivo da entrevista dizendo que estaria dando entrada no requerimento que “solicita ao prefeito que realize o rateio dos 60% dos precatórios do Fundef com os professores ativos e os aposentados pertencentes ao quadro de funcionários da rede municipal de ensino entre 6 de setembro de 2000 até 31 de dezembro de 2007, considerando o nível de carga horária anual de trabalho”, diz o conteúdo do requerimento. “Para os outros 40% indicamos que seja investido na reforma e construção de creches e escolas, além da aquisição de mobiliários para os funcionários do magistério, objetivando assim a melhoria da estrutura física que está em funcionamento na educação municipal e se possível gratificar também os professores do referido tempo em questão”, finaliza a justificativa.

Esse requerimento foi protocolado somente a tarde, após a entrevista concedida na rádio, e os vereadores Jaime Inácio e Dedinha Inácio justificaram durante a leitura que não houve tempo de assinar e pediram a inclusão de seus nomes. Já os vereadores Gilson Pereira e Alice Conrado não compareceram a sessão devido problemas de saúde e os vereadores André Maio, Agenor Melo e Naílson Gomes não assinaram o requerimento lido no plenário.

Os vereadores André Maio, Agenor Melo e Naílson Gomes não assinaram o requerimento, mas na votação, eles acompanharam os demais vereadores no voto a favor.

Portanto, dos 17 vereadores, apenas 12 assinaram o requerimento, dois estiveram ausentes e três não assinaram e nem justificaram aos professores presentes na sessão legislativa.

Na votação que aconteceu ao final da sessão o requerimento foi aprovado por unanimidade entre os 15 vereadores presentes, tendo apenas duas ausências. Confira:

ASSINOU O REQUERIMENTO

Sinézio Rodrigues

Manoel Enfermeiro

Francisco Pinheiro

Ronaldo de Deja

Vera Gama

Zé Raimundo

Antônio Rodrigues

Paulo Melo

Antônio de Antenor

Rosimério de Cuca

Jaime Inácio

Dedinha Inácio

NÃO ASSINOU O REQUERIMENTO

Naílson Gomes

Agenor Melo

André Maio

AUSENTES

Gilson Pereira

Alice Conrado

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here