Sílvio Costa quer sair candidato a Senador e já ensaiou o discurso contra aliança PT-PSB.

0
85

Sílvio Costa tem três mandatos como Deputado Federal: venceu o primeiro pleito em 2006, renovou em 2010 e também em 2014. Passou a ser mais conhecido nacionalmente pelas defesas ferrenhas da ex-presidente Dilma durante o processo de impeachment. Por conta da lealdade se aproximou de Dilma e também do ex-presidente Lula.

A coluna do jornalista Inaldo Sampaio desta terça-feira (8) aponta que Sílvio Costa pode fazer uso do “prestígio político” junto aos petistas e assim quebrar a promessa de não sair da Câmara Federal. Diante de todas as circunstancias o pernambucano estaria, segundo a matéria, inclinado a disputar um mandato na Casa Alta (Senado), como o “Senador de Lula”, e que a possível aliança no estado entre PT e PSB seria um prato cheio, pois já tem discurso para desconstruir essa união.

Entre as contradições de uma aliança destas, avalia Inaldo, Sílvio deve explorar por exemplo a aproximação histórica entre Jarbas Vasconcelos (MDB) e Humberto Costa (PT), adversários históricos em Pernambuco.

O que Sílvio Costa ainda não sabe, e por qual palanque sai candidato ao Senado, se pela frente das oposições Pernambuco quer mudar, com o pré-candidato Armando Monteiro ou se vai pelo PT de Marília Arraes.

De uma coisa ele tem certeza: que possui argumentos suficientes para condenar o casamento entre PT e Frente Popular.

Só lembrando dentro do PT existem duas correntes: uma que idealista que deseja manter a candidatura própria de Marília Arraes e outra pragmática, aparentemente liderada por Humberto Costa, que pretende encontrar o caminho com melhores resultado para legenda, podendo ser esse se reaproximar do PSB, independentemente das consequências que essa escolha cause.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here